PRÉ-RÉVEILLON COM O BLOCO “VEM CÁ, MINHA FLOR” COSME VELHO

0
642
bloco “Vem cá, minha flor”

CASARÃO FLORESTA ENCERRA PROGRAMAÇÃO DE 2016 COM PRÉ-RÉVEILLON COM O BLOCO “VEM CÁ, MINHA FLOR” COSME VELHO, RIO DE JANEIRO

O Casarão do Cosme Velho, Rio de Janeiro formado por vários ambientes abriga, às sextas e sábados, festas dos diversos estilos e tribos ligados pelo bom gostos musicais

bloco “Vem cá, minha flor”

Onde curtir a noite baladeira no verão do Rio de Janeiro? Depois da praia, do cinema, a boa é descansar um pouco e partir para o Casarão Floresta. Atrações para todos os gostos e tribos na “night moves”

No dia 30 de dezembro, pré-réveillon com o bloco “Vem cá, minha flor”, fechando a programação do ano em ritmo de samba e carnaval.

A casa possui três ambientes com sons e luzes diferentes. Na área externa a luz fica por conta do Cristo Redentor que muitas vezes se junta à lua e ficam à espera do sol que vem dar o seu bom dia. No cardápio, pop, rock, forró, samba, eletro. Vale tudo que seja bom, assim como as cervejas artesanais escolhidas a dedo. E as tradicionais com preços convidativos.

A casa com decoração e ambiente despojado recebe e realiza eventos sextas e sábados de 23h às 5 da manhã, shows e DJ ou apenas DJ e VJ. Na pista gourmet a galera encontra sinuca, narguilé e cervejas artesanais como Colorado, Leffe Blonde, Hoegaarden e Wals Session Citra. Tem dose dupla até meia-noite e combo de Budweiser.

Sobre o bloco Vem Cá Minha Flor
Por Gabriela Leal

Simbolismo: o grupo exalta as flores como elemento de alegria, paz e liberdade na folia de rua carioca

RIO — Sob o cenário inspirador dos Arcos da Lapa, desabrochou, em setembro do ano passado, o Vem Cá, Minha Flor, fruto da união de ideias de três amigos dispostos a botar na rua um bloco à moda antiga, no melhor dos sentidos. Com repertório formado por axé e samba-reggae dos anos 1980 e 1990 (“Haja amor”, de Luiz Caldas, é uma das pérolas), funk antigo e marchinhas como “Touradas em Madri”, o grupo diz carregar na essência um espírito carnavalesco espontâneo, alheio a agendas oficiais.

— Nossa proposta é fazer um resgate musical e comportamental do carnaval. Trazer de volta não só canções que marcaram época como também a verdadeira alma do folião, que brinca livremente, sem amarras comerciais — diz Leonardo Santana, um dos fundadores do bloco ao lado de Eduardo Machado e Marcelo Lima.

Formado por cerca de 70 músicos oriundos de diferentes blocos do Rio, como alunos da Orquestra Voadora, o Céu na Terra, o Multibloco e a Fanfarra Black Club, o Vem Cá, Minha Flor tem ensaiado às quartas-feiras, a partir das 19h, na Praça Paris, na Glória. Com direção musical de Reinaldo Godoy, Rachel Carvalho, Bernardo e Leonardo Guidolini, naipes de sopro e percussão se preparam numa sintonia dançante para o desfile de estreia neste carnaval.

Santana acredita que o simbolismo por trás das flores ajudará a atrair para o desfile quem realmente está interessado em compartilhar os princípios que o grupo sustenta como estandarte.

— A flor é um elemento que inspira poesias e músicas e contém uma mensagem de paz, amor, liberdade e sorriso no rosto, que é justamente o que esperamos para a nossa festa — pontua o músico.

SERVIÇO
Dia 30/12 (sexta-feira)
Pré-réveillon com o bloco “Vem cá, minha flor”
Local: Casarão Floresta
Endereço: Ladeira dos Guararapes, 115 –Cosme Velho, Rio de Janeiro – RJ
Telefone: (21) 2245-3754
Horário: 23h
Capacidade: 500 pessoas
Faixa etária: 18 anos
Ingressos:
R$ 20 antecipados
R$ 40 na bilheteria

Informações a Imprensa
Cida Fernandes & Clovis Corrêa
CiClo Assessoria de Comunicação
21 986243980 / 21 982897728
https://www.facebook.com/profile.php?id=726421948

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here