Exposição: Olhares do Patrimônio

0
328
"Olhares do Patrimônio" exibe fotos feitas por jovens com câmeras de telefones celulares

Museu de Artes e Ofícios abriga exposição fotográfica gratuita sobre patrimônio e profissões

“Olhares do Patrimônio” exibe fotos feitas por jovens com câmeras de telefones celulares

O Museu de Artes e Ofícios (MAO) oferece uma atração gratuita para o calendário de fim de ano em Belo Horizonte. O espaço recebe, até o dia 26 de fevereiro, a exposição “Olhares do Patrimônio”. O projeto reúne 50 fotos produzidas por jovens de 12 a 25 anos, alunos das redes pública e privada de ensino de BH e Região Metropolitana.

Os estudantes foram convidados a lançarem seus olhares para o meio onde vivem e identificar o que entendem como patrimônio e como ofícios nos dias atuais. O resultado exposto no MAO são imagens que retratam prédios, paisagens, trabalhadores e o universo do trabalho. Os jovens mostram ofícios atuais como body piercier (profissional coloca piercing no corpo de clientes) e outros tradicionais como artesãos. Ao todo, cerca de 500 fotografias foram recebidas pelo Projeto. São pessoas e espaços – muitas vezes excluídos da formalidade do tombamento – eleitos pelos alunos como novos patrimônios e retratados por eles mesmos. Todas as imagens foram feitas por câmeras de aparelhos celulares.

A proposta do Projeto é estimular os jovens a uma dupla reflexão: sobre o fazer fotográfico e sobre o que é patrimônio. Para isso, os professores também foram envolvidos na atividade. Foi oferecida a eles uma Oficina de Sensibilização e Formação em Fotografia, para que pudessem acompanhar os alunos. Na exposição, há um espaço com imagens feitas pelos educadores.

O projeto “Olhares do Patrimônio” foi vencedor, em 2015, do VI Prêmio Ibero-americano de Educação em Museus e é uma iniciativa do ICFG, por meio do Museu de Artes e Ofícios e conta com o apoio institucional do Sistema FIEMG, por meio do SESI MG.

Decoração natalina
Além da mostra fotográfica, o MAO também está com outra atração para este fim de ano: a iluminação de Natal. Quem passar pelo conjunto arquitetônico da Praça da Estação até o dia 6 de janeiro, entre 18h30 e 0h, poderá apreciar diariamente uma cascata de luzes que decora a fachada do prédio histórico. A decoração também é acompanhada de trilhas sonoras natalinas.

Museu de Artes e Ofícios
O Sistema FIEMG, por meio do SESI MG, administra o Museu de Artes e Ofícios desde julho deste ano, quando se tornou parceiro do ICFG e da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), contando com o apoio da Prefeitura de Belo Horizonte. Localizado na Praça da Estação, no centro de Belo Horizonte, o MAO conta a história de dezenas de atividades profissionais que deram origem à indústria de transformação em Minas Gerais.

São 2,5 mil peças originais dos séculos XVIII ao XX, entre instrumentos, utensílios, ferramentas, máquinas e equipamentos. Elas representam antigos ofícios em setores tradicionais como a mineração, lapidação e ourivesaria, alimentício, tecelagem, energia e curtumes. O acervo é tombado pelo Instituto do Patrimônio Cultural e Artístico Nacional (Iphan).

Informações a Imprensa
FIEMG
imprensa@fiemg.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here