Dinheiro de publicitário vinculado ao PT financiou magistrados e ONG’s

3
166

Gente, o quê seria um “saco azul” para os portugueses? Um saco furado? Um saco cheio de lama? Um saco vazio? Um saco corrupto? Que treco é esse?

Dinheiro de publicitário vinculado ao PT financiou magistrados e ONG’s

O dinheiro de um publicitário vinculado ao Partido dos Trabalhadores (PT), do presidente Lula da Silva, financiou magistrados e organizações não governamentais, além de um “saco azul” do partido, divulgaram esta semana fontes parlamentares.

A investigação de uma comissão especial parlamentar, que está a investigar o escândalo de corrupção, indicava até então que o dinheiro de Marcos Valério Fernandes teria financiado apenas um “saco azul” do PT e de outros partidos aliados de Lula da Silva.

Novos documentos revelam, entretanto, que o esquema de arrecadação de recursos criado pelo publicitário e pela antiga direcção do PT foi além do financiamento de partidos políticos.

No início deste ano, o Instituto dos Magistrados e a Associação dos Juízes Federais, ambas entidades sedeadas em Brasília, receberam um total de 240 mil reais (80 mil euros) das empresas de Marcos Valério. (Hã? Acho que andei dormindo no ponto. Até esse momento não tinha lido essa informação não)

Outra entidade que recebeu dinheiro, segundo documentos da comissão especial de investigação, foi a Associação Brasileira de Organizações não Governamentais, beneficiada com uma quantia de 500 mil reais (167 mil euros).

O deputado Oscar Serraglio, que é relator da comissão de investigação, chegou a afirmar que os novos documentos são “pólvora pura” pelas revelações que serão feitas nos próximos dias.
Num depoimento quarta-feira à comissão especial, Renilda Santiago, mulher do publicitário, disse que o antigo ministro da Casa Civil José Dirceu tinha conhecimento do “saco azul” do PT.

José Dirceu era um dos principais auxiliares de Lula da Silva, ao lado do actual ministro da Economia, António Palocci.

O escândalo de corrupção política no Brasil iniciou-se a 14 de Maio com a revelação de uma gravação de vídeo onde um então director dos Correios recebia três mil reais (mil euros) para favorecer uma empresa privada. etc…

Fonte: Sol Net
Jornal da Comunidade Portuguesa no Canadá
http://www.solnet.com/29jul05/brasil/brasil8.htm

3 COMENTÁRIOS

  1. Esta dos magistrados é extremamente grave. Também não sabia. Não vi nenhuma notícia – ainda – no noticiário nacional. Quanto às ONGs, creio que essas mereceriam uma fiscalização mais adequada. Escondem muito maracutaia. Um abraço.

  2. Também não sabia dessa estória dos magistrados.
    Aguardar para ver que vai levantar a lebre, se confirmado lembra muito Caetano: “podres poderes”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here